Translate

23 de fevereiro de 2014

PINTURAS DE PIQUENIQUES EM PARQUES E JARDINS - PINTURA DE MANET "ALMOÇO NA RELVA" E AS DIVERSAS RELEITURAS - O PONTILHISMO DE SEURAT










PINTURAS DE PESSOAS EM PIQUENIQUES NOS PARQUES E JARDINS


ESTAÇÃO DO VERÃO 
OU DA PRIMAVERA

PARTE II



Ao ar livre
Cheiro de flores e de mato
À sombra da árvore
Contato direto com a natureza
Reunidos em harmonia com ela
Que inspira e acolhe a todos
Para brindar a alegria e a paz!


Vamos fazer um piquenique no parque?

"Piquenique Toscano (italiano)" - Janet Kruscamp
Pintora norte americana contemporânea


Faça sol
ou faça chuva,
piquenique teremos,
desde o nascer ao por-do-sol.


"Cesta de Piquenique" - John George Brown
Pintor inglês (1831-1913)



Música: "Sonata N. 3 - Mov. 3" (Rondeau Allegro) - Mozart






Piquenique - Etimologia

"Esta palavra tem origem no francês pique-nique. Na França do século XVII, o pique-nique era uma refeição na qual cada um levava sua parte. Dois séculos mais tarde, os franceses absorveram do picnic inglês o sentido moderno da palavra: passeios ao ar livre nos quais as pessoas levam alimentos para serem desfrutados por todos. Na França, existe o verbo pique-niquer, que seria algo como "piquenicar"."
Fonte: http://www.dicionarioetimologico.com.br/searchController.do?hidArtigo=2E34007BB478F91D23C082CDCBD14B77



"O Piquenique das Crianças" - Henry Lebasque
Pintor francês (1865-1937)

Charles Courtney Curran
Pintor norte americano (1861-1942)


"Tarde de Piquenique" - Henry John Yeend King



Piquenique ou "picnic", uma refeição ao ar livre, "al fresco", "en plein air"...



"O Piquenique" - James Brade Sword
Pintor norte americano (1839-1915)

"Liberty Parque" - James Taylor Harwood
Pintor norte americano (1860-140)

James Tissot
Pintor francês (1836-1905)

"Piquenique Embaido das Árvores" - Julius LeBlanc Stewart
Pintor norte americano (1855-1919)

Antonio Garcia y Mencia
Pintor espanhol (1853-1915)

Jerome Thompson
Pintor norte americano (1814-1886)

(Detalhe da Pintura Acima) - Jerome Thompson
Pintor norte americano (1814-1886)



"Piquenique" - William Merritt Chaise
Pintor norte americano (1849-1916)

"O Piquenique" - Thomas Cole
Pintor norte americano (1801-1848)

"O Piquenique" (detalhe da pintura acima) - Thomas Cole
Pintor norte americano (1801-1848)


"O piquenique é a tríplice fusão das algibeiras, dos estômagos e dos corações."
(Machado de Assis)





"Um Piquenique" - Henry Nelson O'Neil
Pintor russo (1817-1880)
"Piquenique no Jardim Rosa" - Vladimir Pervuninsky
Pintor russo contemporâneo

"O Piquenique" - James Archer
Pintor inglês (1823-1904)



Música no Parque - Apresentação de Música Erudita Clássica por Jovens Músicos
(clique na seta para ouvir)





"O Piquenique dos Caçadores" - Gustave Courbet
Pintor francês (1819-1877)
"Família no Piquenique" - Frederick Morgan
Pintor inglês (c.1847-1927)




O Pontilhismo e o Impressionismo

Nas pinturas abaixo podemos observar a diferença das técnicas denominadas de "Pontilhismo", na pintura de Georges Seurat, e do "Impressionismo" de Claude Monet.

O Pontilhismo também conhecido como "Divisionismo" é uma técnica que surgiu depois do movimento
Impressionista. No pontilhismo é observado "pequenas manchas ou pontos de cor que pela justaposição provoca uma mistura óptica nos olhos do observador".



O Pintor Pontilhista Georges Seurat


O pintor Georges Seurat (1859-1891), foi quem se pode considerar o iniciador da corrente artística do pontilhismo. "O seu grande contributo inovador consistiu na decomposição prismática da cor e na mistura óptica que ela provoca, deixando para segundo plano a representação do instante luminoso que tanto havia apaixonado os impressionistas. Suas obras podem ser consideradas o ponto máximo atingido pelo pontilhismo, tal como "Tarde de Domingo na Ilha de Grande Jatte"." (Pintura abaixo). 
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Pontilhismo




Música: "Suíte para Violino, Clarineta e Piano" - Milhaud
Darius Milhaud - Compositor e professor francês (1892-1974)

(Clique na seta para ouvir)
"Tarde de Domingo no Parque na Ilha de Grande Jatte" - Georges Seurat
Pintor francês (1859-1891)

O Pintor Pontilhista Paul Signac

Outro artista representante do Pontilhismo, foi Paul Signac, também francês e contemporâneo de Georges Seurat, que lhe ensinou a técnica.
"Estes dois artistas foram os principais impulsionadores do chamado Movimento do Divisionismo, também designado por Neo-Impressionismo.
Signac pertenceu também ao grupo de artistas designado por Grupo dos XX.
Como amante que era de barcos, possuiu ao longo da sua vida cerca de 30 barcos. Isso permitiu-lhe fazer diversas viagens que o inspiraram no uso de novos tons, porque a claridade das paisagens é diferente de região para região.
Em 1899 Signac publicou a obra 'De Eugène Delacroix ao Neo-impressionismo'.
Em 1908 foi eleito presidente da Sociedade dos Artistas Independentes."
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Paul_Signac


"Piquenique de Lulu" - Paul Signac
Pintor francês (1863-1935)



O Piquenique "Impressionista" de Monet

"O Piquenique" -  Claude Monet
Pintor francês (1840-1926)
(detalhe da pintura acima) "O Piquenique" - Monet




Uma pintura e suas diversas releituras


A pintura"Almoço na Relva" de Édouard Manet

A pintura causou impacto na Europa puritana, enquanto a gravura do artista italiano Raimondi, em que Manet se baseou,  mostra todos os personagens despidos e foi executada 3 séculos antes do pintor francês.

( Figura 1)  "O Almoço na Relva" ("Le Déjeuner sur l'Herbe") ("The Picnic"- Édouard Manet


"Para pintar "Almoço na Relva" (Fig. 1), em 1863, Manet inspirou-se em duas obras de antigos mestres:
"O Concerto Campestre" (Fig. 2) e "O Julgamento de Paris" (Fig. 3) 


( Figura 2)  "O Concerto Campestre"

"O Concerto Campestre" (Fig. 2), cuja autoria atribui-se a Giorgione (1477-1510) e outros a Ticiano ( 1490-1570).  Além de "O Julgamento de Paris", (1520), (Fig. 3 ), de Marcantonio Raimondi. Este no entanto, como todo pintor renascentista, teria buscado inspiração na arte greco-romano, através das esculturas de um velho sarcófago romano (Fig. 4)."

(Figura 3)  "O Julgamento de Paris"- Gravura de Marcantonio Raimondi
Gravurista italiano (c. 1480-c.1534)

(Detalhe da Fig. 3)  "O Julgamento de Paris" (detalhe) - Gravura de Marcantonio Raimondi
Gravurista italiano (c. 1480-c.1534)


(Figura 4)  Detalhe de um sarcófago romano, século III d.C.




"Diferente do que muitos possam imaginar, "Almoço na Relva" não se trata de um plágio, mas sim de uma releitura, uma recriação, já que nessa obra, Manet não copia exatamente as obras originais. 
Na sua releitura, Manet faz a sua interpretação, cria algo novo.

Em "Almoço na Relva" , as figuras retratadas são pessoas comuns, conhecidas do pintor. Os dois homens vestidos são Eugène Manet ( irmão do pintor ), Ferdinand Leenhoff ( escultor e amigo de Manet ).  A mulher nua, curiosamente  teve como referência duas mulheres: Suzanne Leenhoff ( esposa de Manet ) que serviu de referência para o corpo e Victorine Meurend ( modelo do artista) para o rosto."
Fonte: http://observarte.zip.net/arch2008-05-18_2008-05-24.html


"Esse quadro de Manet causou um grande escândalo na época por 
representar uma mulher nua em companhia de dois homens elegantemente vestidos.
Alguns anos depois, descobriram-se as fontes de inspiração de Manet: uma tela renascentista
"O Concerto Campestre" atribuída por alguns críticos a Giorgione e por outros a Ticiano, e uma 
obra de Rafael que representa um grupo de divindades clássicas. No entanto, a tela de Manet não é uma simples cópia. Ele apenas transpôs as linhas principais e os personagens dessas obras para uma composição moderna."
(Fonte: "História da Arte" - Graça Proença)


"O Amoço na Relva" ("Le Déjeuner sur l'Herbe") - Édouard Manet
Pintor francês (1932-1883)


Picasso fez uma releitura da pintura "Almoço na Relva" do artista francês Édouard Manet.

"Almoço na Relva - Depois de Manet" - Picasso

E depois Picasso fez outra releitura da sua releitura da pintura de Édouard Manet...

"Almoço na Relva - Depois de Manet" - Picasso


Uma releitura da atualidade feita pelo artista inglês
Nicholas de Lacy Brown

Nicholas de Lacy Brown
Pintor inglês contemporâneo


Até o desenhista brasileiro, o quadrinista Maurício de Souza, fez uma releitura da pintura "Almoço na Relva" de Édouard Manet, com seus personagens principais.





Brincadeiras em piqueniques

John Sloan
Pintor norte americano (1871-1951)

"Festa de Piquenique na Floresta" - John George Brown
Pintor inglês (1831-1913)


Música: "O Piquenique do Urso Teddy" ("Teddy's Bears Picnic") - 
Cantora: Anne Murray




"O Piquenique" - Thomas P. Hall
Pintor inglês (1837-1867)


E vem o descanso, depois de comer e se fartar no piquenique...

Fernando Botero
Pintor colombiano contemporâneo

Fernando Botero
Pintor colombiano contemporâneo


"Jovens nas Margens do Rio Sena (Paris)" - Gustave Courbet
Pintor francês (1819-1877)

"A Rede" - Gustave Courbet
Pintor francês (1819-1877)



Um pão, um vinho, um livro e a pessoa amada,
bons acompanhantes para um piquenique...


"Um livro de versos sob o ramo, 
Um pedaço de pão, um odre de vinho, e tu 
Ao meu lado cantando no Deserto - 
Ah, deserto foi o Paraíso para nós!"
( Verso do Poema "Rubaiyat" de Omar Khayyam - poeta persa  -1048-1131)


Ilustração do Poema "Rubaiyat" de Omar Khayyam
Edmund Dulac - Ilustrador francês (1882-1953)
"Rubaiyat de Omar Khayyam" - Edmund Dulac
 Ilustrador francês (1882-1953)


POST NÚMERO 200 DO BLOG DE ARTE EM ARTE


Hoje completo meu post número 200. Com alegria e satisfação mais uma vez venho agradecer a todos que acompanham e anunciar que a publicação deste blog é mais do que um trabalho de pesquisa, catalogação e edição. Com certeza é trabalhoso e dispensa muitos cliques e muitas horas dos meus dias e noites. Entretanto, confirmo que as pesquisas de um determinado tema me levam a outros caminhos de descobertas maravilhosas, tanto na arte pictórica quanto na musical.
Descubro através de cada tema, inúmeras pinturas que jamais vi anteriormente o que comprova que é um trabalho infinito. Há pinturas realizadas em todos os assuntos possíveis e inimagináveis. E as músicas continuam acompanhando-os.
Hoje por exemplo, antes de finalizar este tema de piqueniques no parque, lembrei-me dos parques de diversão, com seus carrosséis, rodas gigantes, até montanhas russas.... um tema sugestivo para os próximos posts.
Nestes dois últimos meses tenho conseguido publicar pinturas em temas que sou apaixonada, da natureza e de sua perfeição, junto ao mar, e em jardins, flores e parques. E também  aprecio as pinturas com as pessoas, interagindo com o todo, seja natural ou não.
Agradeço de coração a todos que tem acompanhado meus posts, e continuam me incentivando. Gostaria apenas que escrevessem deixando comentários, com críticas e sugestões, pois é muito importante se eu tivesse um "feedback", para saber onde poderei melhorar. Mas de qualquer modo, se estou ajudando a uma pessoa apenas que seja, também como eu apaixonada por artes, posso dizer que estou feliz e realizada. 
Obrigada a todos e até o próximo post. Amém!


Nenhum comentário:

Postar um comentário