Translate

7 de julho de 2014

PINTURAS SURREALISTAS FIGURATIVAS E ABSTRATAS - SALVADOR DALÍ - JOAN MIRÓ









PINTURAS SURREALISTAS FIGURATIVAS E ABSTRATAS


O Surrealismo Figurativo de Dalí


O Surrealismo Abstrato de Miró


Dois artistas espanhóis sob o mesmo tema pictórico.

Suas semelhanças e diferenças.
Dalí e Miró nasceram na região da Catalunha, na Espanha.
Retrataram o mundo dos sonhos e das realidades em formas imaginárias e simbólicas. 

Sonho e realidade: a "sobre realidade", o surrealismo.

"Picada de Abelha"



Música: "Capricho Catalão - Espanha - Op.165" - Isaac Albéniz
Compositor espanhol (1860-1909)




Frases de André Breton
Escritor francês criador do "Manifesto Surrealista", em 1924


"Não é o medo da loucura que nos forçará a largar a bandeira da imaginação."

"Se pelo surrealismo rejeitamos a ideia de que só são possíveis as coisas que ‘existem’, se declaramos por um caminho que ‘existe’, chega-se àquilo que ‘não existia’; se não temos medo de insurgir-nos contra a Lógica; se não juramos que um ato executado em sonho é menos importante que um executado em estado de vigília; se não estamos certos de que um dia já não existirá o ‘tempo’ (...): COMO querem que manifestemos qualquer forma de carinho ou tolerância em relação a algum aparelho de conservação social, seja ele qual for?"

"Nós combatemos sob todas as formas, a indiferença poética, a distração artística, a pesquisa erudita, a especulação pura, e não queremos ter nada em comum com os economizadores de espírito."



"O Enigma do Desejo  (ou Minha Mãe, Minha Mãe, Minha Mãe)"






"O Surrealismo, sou eu."
Salvador Dalí


"O Sonho"

"A Tentação de Santo Antonio"

Dali retrata, na tela acima, Santo Antônio sendo tentado, assim como na passagem bíblica.

"Este se encontra nú, assim como nos sonhos, nos encontramos despidos de qualquer privação, não é diferente no quadro. A tentação é tão forte que desnuda o Santo, lhe restando somente sua única proteção, a cruz (D. Maria).
Nos sonhos perdemos a proporção de tamanho ou de tempo, só nos resta a intensidade do que sentimos no mais fundo inconsciente, não sendo diferente nessa pintura surrealista. As criaturas das quais Ele se proteje, são desproporcionais a qualquer criatura real. Como num sonho, tomam proporções exageradas, enfatizando sua maldade ou o medo do Santo com relação as mesmas.
Inclusive o "cavalo" que se encontra posto a frente do Santo sugere que vai se lançar sobre o Santo. Logo em baixo, dois seres muito menores do que os outros, aparentam estar em conflito também, lembrando a figura de um padre.

O quadro foi feito em Nova York, foi um concurso no qual tinha que se pintar a tentação de Santo Antônio, onze pintores fizeram parte, além de Dalí havia outros grandes pintores participando, alguns deles eram Paul Delvaux, Leonora Carrington, Dorothea Tanning e o vencedor do concurso Max Ernst."
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/A_Tenta%C3%A7%C3%A3o_de_Santo_Ant%C3%B4nio_(Salvador_Dal%C3%AD)


"Caravana"

"Ovo Cósmico"

"Canibalismo no Outono"


"Construção Leve com Feijões Cozidos" (premunição da Guerra Civil de 1936)

"Espanha"

"O Grande Masturbador"

Pintura Explicada

"O Grande Masturbador (pintura acima) é uma obra de Salvador Dalí, pintada em 1929, durante o período do surrealismo. Encontra-se atualmente exposta no Museu Nacional Centro de Arte Moderna e Contemporânea Reina Sofia, em Madrid.
A porção central da pintura possui um perfil de cabeça humana olhando para baixo. A figura tem por base a formação rochosa em Creus, no litoral da Catalunha. Um perfil similar pode ser visto em A Persistência da Memória, de Dalí, pintada em 1931.
Uma figura feminina desnuda (que se assemelha à Gala Éluard, musa de Dali à época) surge na parte posterior da cabeça, o que pode significar a fantasia erótica sugerida pelo título da obra. A boca da figura feminina se encontra próxima ao saco escrotal de uma figura masculina pintada (da cintura para baixo) na parte superior esquerda da tela, o que sugere a possibilidade de sexo oral. Abaixo do perfil da cabeça, próximo à boca, há um grande gafanhoto, inseto temido pelo pintor.
A pintura representa as atitudes conflituosas do pintor em relação ao ato sexual. Em sua juventude, seu pai lhe deu um livro com fotos de pessoas sofrendo estágios avançados de doenças venéreas como forma de educá-lo. As fotos tanto o fascinaram quanto o assombraram e o pintor continuou associando o sexo à purificação e à decadência ao longo de sua fase adulta.
Foi pintada no contexto do seu encontro com Gala Éluard, então esposa de Paul Éluard, e que se tornaria, posteriormente, sua amante, esposa e musa inspiradora."
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/O_Grande_Masturbador


"Ovos Estrelados Sem o Prato"

"A Metamorfose de Narciso"

"A Última Ceia"

"Alguns críticos a denunciaram como banal, enquanto outros acreditam que Dali conseguiu dar mais vida à imagem tradicional da devoção. Jesus e seus 12 apóstolos estão reunidos numa sala modernista envidraçada. Os apóstolos, com as cabeças baixas, ajoelham em torno de uma grande mesa de pedra, suas formas sólidas contrastam com a transparência de Cristo. Sobre a cena, paira misteriosamente a imagem de um homem com os braços abertos, como se abençoasse o grupo ali reunido, talvez tendo alguma relação ao espírito santo. Dali construiu este quadro surrealista baseando-se nos estudos de Leonardo da Vinci (que pintou a mais famosa das Santas Ceias)."
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/A_%C3%9Altima_Ceia_(Salvador_Dal%C3%AD)


"Madonna de Port Ligat"


Pinturas com Gala - Sua Esposa e Musa

"Minha Esposa Nua, Contemplando sua Própria Carne Tornar-se Escadas,
Três Vértebras de uma Coluna, Céu e Arquitetura"

"Gala"

"Retrato de Gala"

Dalí e Gala - Fotografia


Frases de Dalí

"Esta tragédia grandiosa que chamamos de Arte Moderna."


"O Surrealismo é destrutivo, mas ele destrói somente o que acha que limita nossa visão."


 "É o bom gosto, e somente o bom gosto, que possui o poder de esterilizar e é sempre o primeiro obstáculo para qualquer funcionamento criativo."


"As pessoas amam o mistério, e é por isso que elas adoram minhas pinturas."


"Aqueles que não querem imitar nada, não produzem nada."


"Só há uma diferença entre um louco e eu. O louco pensa que é sadio. Eu sei que sou louco."


"Existe dias em que acho que vou morrer de uma overdose de satisfação."



"Auto-Retrato"

Salvador Dalí


Vida e Obra de Dalí

"Salvador Domingo Felipe Jacinto Dalí i Domènech, nasceu em 11 de maio de 1904, na cidade espanhola de Figueres (Catalunha). Foi um dos mais importantes artistas plásticos (pintor e escultor) surrealistas da Espanha. 
Desde a infância, Dalí demonstrou interesse pelas artes plásticas. No ano de 1921, entrou para a Escola de Belas Artes de São Fernando, localizada na cidade de Madri. Porém, em 1926, foi expulso desta instituição, pois afirmava que ninguém era suficientemente competente para o avaliar.
Nesta fase da vida, conviveu com vários cineastas, artistas e escritores famosos, tais como: Luis Bruñel, Rafael Alberti e Frederico Garcia Lorca.
Em 1929, viajou para Paris e conheceu Pablo Picasso, artista que muito influenciou a produção artística de Dalí. No ano seguinte, começou a fazer parte do movimento artístico conhecido como surrealismo.
A década de 1930 foi um período de grande produção artística de Dali. Nesta fase, o artista representava imagens do cotidiano de uma forma inesperada e surpreendente. As cores vivas, a luminosidade e o brilho também marcaram o estilo artístico de Dali. Os trabalhos psicológicos de Freud influenciaram muito o artista neste período É desta fase uma de suas obras mais conhecidas “A persistência da Memória”, que mostra um relógio derretendo.
Em 1934, Dali casou-se com uma imigrante russa chamada Elena Ivanovna Diakonova, conhecida como Gala.
Em 1939, foi expulso do movimento surrealista por motivos políticos. Grande parte dos artistas surrealistas eram marxistas e justificaram a expulsão de Dalí, alegando que o artista era muito comercial.
Em 1942, Dali e sua esposa foram morar nos Estados Unidos, país em que permaneceu até 1948. Voltou para a Catalunha em 1949, onde viveu até o final de sua vida. 
Em 1960, Dali colocou em prática um grande projeto: o Teatro-Museo Gala Salvador Dali, em sua terra natal, que reuniu grande parte de suas obras.
Em 1982, com a morte de sua esposa Gala, Dali entrou numa fase de grande tristeza e depressão. Parou de produzir e se recusava a fazer as refeições diárias. Ficou desidratado e teve que ser alimentado por sonda. Em 1984, tentou o suicídio ao colocar fogo em seu quarto. Passou a receber o cuidado e atenção de seus amigos.
Dali morreu na cidade de Figueres, em 23 de janeiro de 1989, de pneumonia e parada cardíaca."
Fonte: http://www.suapesquisa.com/biografias/salvador_dali.htm



Música: "Suíte Espanhola Op. 47 - Asturias" - Isaac Albeniz
Compositor espanhol (1860-1909)







Quando o surreal conta história através dos símbolos

Tanto Dalí quanto Miró foram essencialmente simbólicos. Eles utilizavam signos para revelarem suas emoções, suas criações, seus "sintomas".
Desta forma os dois artistas configuravam suas realidades individuais, cabendo ao observador distingui-las com objetos conhecidos, ou não. Fazendo sentido, ou não. Assim, eles contavam suas histórias e experiências.




Joan Miró

"Despertar da Constelação da Madrugada"

"Números e Constelações em Amor com Uma Mulher"

"Noitada Esnobe da Princesa"


"Miro é influenciado tanto pelo surrealismo quanto o dadaísmo, mas rejeitou qualquer associação ao movimento artístico nos anos entre-guerras. No entanto, ele tinha muitas influências surrealistas como o uso de automatismo no desenho e uso de símbolos sexuais em seu trabalho."


"Engolir o Amor"

"Interior Holandês"




"Levei a vida inteira para aprender a pintar como uma criança."
(Joan Miró)


"Carnaval de Arlequin"

"O Campo Lavrado"

"Personagens na Presença da Metamorfose"



Os sonhos, do inconsciente (ou conscientes),
traduzidos em cores, formas e símbolos, marcaram as pinturas dos artistas surreais.


"Nunca sonho quando durmo,
e sim quando estou desperto."
(Joan Miró)


"Figuras na Noite Guiadas pelas Trilhas Fosforescentes de Caracóis"

"Paisagem Animada"

"Homem e Mulher em Frente a uma Pilha de Excrementos"

"Figuras e Cachorro em Frente ao Sol"



Auto-Retrato










Frases de Miró

"A pintura e a poesia são feitas quando se faz amor, um abraço total, a prudência é jogada para o alto, sem nada ocultar."

"Uma simples linha pintada com o pincel pode levar a Liberdade e a Felicidade."

"Tento aplicar as cores como as palavras formam poemas, como as notas dão forma à música"

"Mais importante do que a obra de arte propriamente dita é o que ela vai gerar. A arte pode morrer; um quadro desaparecer. O que conta é a semente." 



************************


"O surrealismo foi por excelência a corrente artística moderna da representação do irracional e do subconsciente. Suas origens devem ser buscadas no dadaísmo e na pintura metafísica de Giorgio De Chirico. Este movimento artístico surge todas às vezes que a imaginação se manifesta livremente, sem o freio do espírito crítico, o que vale é o impulso psíquico. Os surrealistas deixam o mundo real para penetrarem no irreal, pois a emoção mais profunda do ser tem todas as possibilidades de se expressar apenas com a aproximação do fantástico, no ponto onde a razão humana perde o controle."
Fonte: http://www.historiadaarte.com.br/linha/surrealismo.html 



Surgimento e História do Movimento Surrealista



"O surrealismo surgiu na França na década de 1920.
Este movimento foi significativamente influenciado pelas teses psicanalíticas de Sigmund Freud, que mostram a importância do inconsciente na criatividade do ser humano.
 De acordo com Freud, o homem deve libertar sua mente da lógica imposta pelos padrões comportamentais e morais estabelecidos pela sociedade e dar vazão aos sonhos e as informações do inconsciente. O pai da psicanálise, não segue os valores sociais da burguesia como, por exemplo, o status, a família e a pátria.
O marco de início do surrealismo foi a publicação do Manifesto Surrealista, feito pelo poeta e psiquiatra francês André Breton, em 1924. Neste manifesto, foram declarados os principais princípios do movimento surrealista: ausência da lógica, adoção de uma realidade "maravilhosa" (superior), exaltação da liberdade de criação, entre outros.
Os artistas ligados ao surrealismo, além de rejeitarem os valores ditados pela burguesia, vão criar obras repletas de humor, sonhos, utopias e qualquer informação contrária a lógica.
Outros marcos importantes do surrealismo foram a publicação da revista A Revolução Socialista e o segundo Manifesto Surrealista, ambos de 1929. Os artistas do surrealismo que de destacaram mais na década de 1920 foram: o escultor italiano Alberto Giacometti, o dramaturgo francês Antonin Artaud, os pintores espanhóis Salvador Dalí e Joan Miró, o belga René Magritte, o alemão Max Ernst, e o cineasta espanhol Luis Buñuel e os escritores franceses Paul Éluard, Louis Aragon e Jacques Prévert.
A década de 1930 é conhecida como o período de expansão surrealista pelo mundo. Artistas, cineastas, dramaturgos e escritores do mundo todo assimilam as idéias e o estilo do surrealismo. Porém, no final da década de 1960 o grupo entra em crise e acaba se dissolvendo.
Foi através da pintura que as idéias do surrealismo foram melhor expressadas. Através da tela e das tintas, os artistas plásticos colocam suas emoções, seu inconsciente e representavam o mundo concreto.
O movimento artístico dividiu-se em duas correntes. A primeira, representada principalmente por Salvador Dalí, trabalha com a distorção e justaposição de imagens conhecidas. Sua obra mais conhecida neste estilo é A Persistência da Memória. Nesta obra,  aparecem relógios desenhados de tal forma que parecem estar derretendo.

Os artistas da segunda corrente libertam a mente e dão vazão ao inconsciente, sem nenhum controle da razão. Joan Miró e Max Ernst representam muito bem esta corrente. As telas saem com formas curvas, linhas fluidas e com muitas cores. O Carnaval de Arlequim e A Cantora Melancólica, são duas pinturas de Miró que representam muito bem esta vertente do surrealismo."
Fonte: http://www.suapesquisa.com/surrealismo/

Nenhum comentário:

Postar um comentário