Translate

26 de janeiro de 2015

ARTE ABSTRATA E O NEOPLASTICISMO - WASSILY KANDINSKY - PIET MONDRIAN





ARTE EM PROCESSO DE ABSTRAÇÃO

KANDINSKY E SEUS MOVIMENTOS

MONDRIAM E SUAS ÁRVORES



Wassily Kandinsky




Música: Três Peças para Piano - Arnold Schoenberg
Compositor austríaco (1874-1951)
Imagens: Pinturas de Kandinsky



(Clique na seta para ouvir)





A Abstração

A abstração é um processo ou resultado de simplificação, tornando incerto o conteúdo de um conceito ou objeto a ser observado, direcionando da sua redução para uma intuição.
Extrai-se o que é relevante tirando todas informações secundárias, deixando apenas o essencial. Uma arte abstrata, especialmente arte visual, não representa um objeto da nossa realidade concreta exterior, é a não representatividade.

Vassily Kandinsky foi o artista russo, (1866-1944), que introduziu a arte abstrata nas artes visuais. Ele foi mentor do gênero "Abstracionismo Expressivo", utilizando cores puras e pinceladas rápidas e tensas. Foi considerado o primeiro pintor ocidental a produzir uma tela abstrata.













O Abstracionismo de Mondrian


Piet Mondrian (1872-1944), foi um pintor holandês que contribuiu para o movimento artístico chamado neoplasticismo, relacionado a arte abstrata. Os participantes deste estilo defendiam a abstração e a generalização para a redução das formas e cores. Mondrian fez isto, simplificando suas composições visuais, utilizando as direções vertical e horizontal e usando apenas as cores primárias junto com o preto e o branco. 
Para Mondrian a "beleza universal não surge do caráter particular e individual da forma, mas sim do ritmo dinâmico das relações mútuas das formas. Mondrian, na opinião de H.B. Chipp, "foi o mais puro de todos os membros". " A beleza universal não surge do caráter particular da forma, mas sim do ritmo dinâmico (…) das relações mútuas das formas."



A árvore de Mondrian em processo de abstração:































Neoplasticismo

"O Neoplasticismo defendia uma total limpeza espacial para a pintura, reduzindo-a a seus elementos mais puros e buscando suas características mais próprias. Muitos de seus ideais foram expostos na revista De Stijl (O Estilo).
A necessidade de ressaltar o aspecto artificial da arte (criação humana) fez com que os artistas deste movimento (notadamente Mondrian e Theo van Doesburg) usassem apenas as cores primárias (vermelho, amarelo, azul) em seu estado máximo de saturação (artificial), assim como o branco e o preto (inexistentes na Natureza, o primeiro sendo presença total e o segundo ausência total de luz).
Claramente um movimento de arte de pesquisa, os experimentos realizados pelos artistas neoplásticos foram essenciais para a arquitetura moderna, assim como para a formulação do que hoje se conhece por design. Apesar de afastados da Bauhaus devido a questões pontuais, ambos os movimentos fazem parte de um mesmo universo cultural.
Embora muitos vejam o Neo-Plasticismo como produto da revolta moral contra a violência irracional que assolava a Europa, alguns outros fatores foram essenciais para o nascimento do movimento, como o cubismo, que desfigurou os modos tradicionais de representação; o idealismo e a austeridade do protestantismo holandês; o viés místico da teosofia, movimento do qual Piet Mondrian era membro."
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Neoplasticismo




Os Quadrados de Mondrian


As "Composições"

Pinturas nas cores primárias que consagraram o artista Mondrian ao abstracionismo e neoplasticismo:

Piet Mondrian
Pintor holandês (1872-1944)















As Cores Primárias no desenho do artista Theo van Doesburg

Theo van Doesburg
Pintor holandês (1883-1931)


Theo van Doesburg


Nenhum comentário:

Postar um comentário