Translate

10 de setembro de 2014

PINTURAS DE CACHORROS COM SEUS DONOS - MARY CASSATT - RENOIR -CHARLES BARBER










PINTURAS DE CACHORROS


Cachorro - O Melhor Amigo do Homem



Os cachorrinhos de estimação retratados ao lado de seus donos


Mary Cassatt


Mary Cassatt

A artista Mary Cassatt retratou inúmeras cenas familiares, com mães e filhas e também com seus animais de estimação.

Mary Cassatt




Música Clássica em Piano Relaxante para os Cachorros - Bach
"Minuetto in g major BWV 114 piano"






"Lydia Sentada no Jardim com seu Cão no Colo" - Mary Cassatt


Mary Cassatt


Mary Cassatt

Mary Cassatt

Mary Cassatt



"Felizes os cães, que pelo faro descobrem os amigos."
(Machado de Assis)



Mary Cassatt

Mary Cassatt





Música: "Morning Mood" ("Humor da Manhã") - Peer Gynt Op. 23 - Edvard Grieg
Compositor norueguês (1843-1907)




Renoir

Renoir

Renoir



Charles Barber

Charles Barber

Charles Barber

Charles Barber




Os cachorros com ou sem donos.
Nas ruas ou no aconchego de seus lares.
Cada qual com seu tamanho e beleza que encanta a todos.

Henriette Ronner Knip
Pintora holandesa (1821-1909)

Henriette Ronner Knip
Pintora holandesa (1821-1909)

Henriette Ronner Knip
Pintora holandesa (1821-1909)






Sir Edwin Henry Landseer
Pintor inglês (1802-1873)

Sir Edwin Henry Landseer
Pintor inglês (1802-1873)

Sir Edwin Henry Landseer
Pintor inglês (1802-1873)

Sir Edwin Henry Landseer
Pintor inglês (1802-1873)


"Podemos julgar o coração de um homem pela forma como ele trata os animais."
(Immanuel Kant)

Edwin Henry Landseer
Pintor inglês (1802-1873)

John George Brown
Pintor anglo-americano (1831-1913)

Theodore Robinson
Pintor norte americano (1852-1896)






Os Lindos e Irresistíveis Filhotinhos

Henriette Ronner Knip
Pintora holandesa (1821-1909)


Henriette Ronner Knip
Pintora holandesa (1821-1909)


Otto Eerelman
Pintor holandês (1839-1926)

Otto Eerelman
Pintor holandês (1839-1926)

Otto Eerelman
Pintor holandês (1839-1926)






"Quanto mais conheço os homens, mais estimo os animais."
(Alexandre Herculano (1810-1877) escritor e historiador português)


"Se todo animal inspira ternura, o que houve, então, com os homens?"
(Guimarães Rosa)


2 comentários:

  1. Denise,

    Vendo esta série, me lembrei do poema "Os cães", do português António Osório.


    Os cães, tantos. Sem cuidarem
    da torpeza
    lambem as nossas mãos.

    Misteriosa religião a deles.
    O rosto do seu Deus não temem
    e contemplam lado a lado.

    Nem a Moisés tal foi consentido.


    Abraço,
    JR.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá João Renato. Gostei muito do poema. Os portugueses sabem escrever com grande sensibilidade.
      Muito obrigada em deixar aqui a sua colaboração.
      Um abraço,
      Denise L.

      Excluir