Translate

16 de janeiro de 2019

VAN GOGH - SUA ÚLTIMA PINTURA - O TRISTE FIM DE VAN GOGH


VINCENT VAN GOGH

A última pintura de Van Gogh?

"Há uma crença de que o "Campo de Trigo com Corvos" (abaixo) seja o último quadro do pintor. Por causa do conteúdo da obra, "o céu ameaçador, os corvos e o caminho de um beco sem saída", alguns acreditam que eles "se referem ao fim de sua vida se aproximando. Mas isso é apenas um mito persistente.
Na verdade, ele fez várias outras obras depois desta". É possível que "Raízes da Árvore" (abaixo) e "O Jardim Daubigny" ("Daubigny's Garden") (abaixo) tenham sido suas últimas obras."


"Campo de trigo com Corvos" - Vincent van Gogh


Resultado de imagem para van gogh raizes da arvore
"Raízes da Árvore"


Resultado de imagem para O Jardim Daubigny van gogh
"O Jardim Daubigny"




"Procura compreender o que dizem os artistas nas suas obras-primas, os mestres sérios. Aí está Deus."
(Vincent van Gogh)



Vincent Willen van Gogh nasceu no ano de 1853, na Holanda.
Era o mais velho dos seis filhos de Theodorus Van Gogh e Anna Cornelia Carbentus.
Foi educado de forma rígida e tornou-se uma criança séria, quieta e de poucos amigos.
Sua única grande ligação era com o irmão mais novo,
Theo, que no decorrer da vida, tornou-se seu único amigo.


Theo van Gogh






O Triste Fim do Grande Artista Van Gogh

"Em 27 de julho de 1890, Van Gogh saiu para pintar pela manhã, como de costume, mas ele neste dia levou uma pistola carregada. Ele deu um tiro no peito, mas a bala não o matou.  Voltou para casa e foi encontrado sangrando em seu quarto. 
Van Gogh foi levado para um hospital próximo. Seu irmão Theo assim que foi avisado, foi visitá-lo. Van Gogh e seu irmão passaram o tempo conversando, até que van Gogh pediu a Theo para levá-lo para casa.
Em 29 de julho de 1890, Vincent van Gogh morreu nos braços de seu irmão, aos 37 anos.
Theo, que sofria de sífilis e abalado pela morte de seu irmão, morreu seis meses depois. Ele foi enterrado em Utrecht, mas, em 1914, sua mulher transferiu o corpo para para o cemitério Auvers, ao lado de van Gogh."



"Acredito cada vez mais que não se deve julgar o bom Deus por este mundo, pois foi um estudo dele que saiu errado."
(Vincent van Gogh)