Translate

15 de agosto de 2012

ARTE NO CINEMA - VAN GOGH




ARTE NO CINEMA



Filme inspirado na vida de Vincent van Gogh


"Corvos" do Filme "Sonhos" de Akira Kurosawa



"Corvos" - Vincent van GOGH



UM RECADO: ao pessoal ligado às artes e fãs de pinturas e cinema, no filme (que se encontra abaixo) aparece o "próprio" artista  Van Gogh  no filme "Sonhos" de Akira Kurosawa. Quer dizer, uma caracterização dele e que por sinal está parecidíssimo e o interessante  também é que o artista que o representa é o famoso diretor americano de cinema, Martin Scorsese. E com direito a "orelha cortada", cabelo e barba ruivos e tudo mais....igualzinho ao pintor holandês.



No Post anterior coloquei um trecho do filme, a parte que aparece o estudante de arte, o próprio Kurosawa ainda jovem, ao observar um quadro exposto em um museu, entrando "literalmente" na pintura...é muito interessante e vale assistir esta parte completa.  O filme inteiro é dividido em 4 partes, são os 4 "Sonhos", e a parte que o diretor Kurosawa faz uma homenagem ao Van Gogh se chama "Corvos" (Crows). Observem que na tela pintada por ele, acima, aparecem os corvos....foi executada uns dias antes do pintor cometer suicídio. A referência aos corvos é da morte. E ele suicidou-se no meio da plantação de milhos, onde haviam muitos corvos e com o barulho, do tiro do revólver, eles se debandaram.











 








Filme: "Sonhos - Corvos - Van Gogh" - Akira Kurosawa
Cineasta japonês (1910-1998)

Música: "Rain Drops" (Pingos de Chuva) - Prelúdio Op. 28 N. 15 - Chopin






Por isto amo a história da arte e filmes que passam sobre os artistas.
As pinturas deles, muitas vezes, são autobiográficas.


São pequenas coisas, sutilezas, que me levam a gostar de todas as formas artísticas.
É como escrevi antes, sobre o Van Gogh ter escrito em uma das cartas ao irmão Theo, que ele queria se útil aos demais. Primeiramente ele tentou seguir a vocação igual ao pai que era pastor, resolveu ser um religioso no campo, junto aos agricultores, mas não seguiu adiante. Depois descobriu sua verdadeira vocação de pintor. Era a fé ou a Arte. Ele parecia não conseguir conciliar as duas coisas. Infelizmente sua trajetória na vida foi de muitos percalços, crises psicológicas, desilusões amorosas, misérias financeiras, apesar que ele produziu muitas pinturas num curto espaço de tempo.  Pintou tela após tela, enviava todas para o irmão Theo tentar vende-las. Porém durante sua curta existência, vendeu apenas um quadro. Trabalhou duro, como uma "locomotiva", como aparece no som no filme.
Sem dúvida alguma Van Gogh, assim como muitos outros artistas, estava fora do seu tempo. Foi incompreendido no seu tempo. 




                   Abaixo a parte "Corvos - Van Gogh", do filme "Sonhos,
a qual o estudante se encontra com Van Gogh






Abaixo um trecho do filme "Sede de Viver" (Lust for Life)
com o ator americano Kirk Douglas, em que aparece o momento que
Van Gogh está pintando no meio do campo de trigo e vários corvos 
sobrevoam sua cabeça atrapalhando-o. E depois disto ele acrescenta 
à sua pintura os próprios corvos.

Vídeo: Trecho do filme "Sede de Viver" (Lust for Life)
do diretor Vincent Minelli



Sinopse do filme "Sede de Viver"

O filme retrata fielmente a vida do mestre da pintura, Van Gogh. Dividido entre a genialidade e sua mente atormentada, o pintor é interpretado pelo aclamado ator Kirk Douglas. O filme captura todo o êxtase da arte e a agonia da vida de um gênio da pintura.
(fonte e mais informações: http://www.interfilmes.com/filme_17117_sede.de.viver.html)




Nenhum comentário:

Postar um comentário