Translate

30 de agosto de 2013

PINTURAS DE NATUREZAS MORTAS - STILL LIFES - PARTE I









ARTE EM PINTURAS DE NATUREZAS MORTAS


PINTURAS "STILL LIFE"



Parte I 


Pinturas de Frutas


Duas Pinturas de Melões de Dois Pintores Famosos


Renoir


Monet




Música: "Poema Singelo" - Villa-Lobos
Compositor brasileiro (1887-1959)
Pianista: Débora Halász






Maçãs, Peras, Pêssegos, Uvas...

Pissarro


Cézanne


Monet


Gustave Coubert


Van Gogh


Van Gogh


 Paul Gauguin


Renoir

Monet





Cebolas


Van Gogh


Monet




Natureza-Morta - Definição e História

Natureza-morta é um tipo da pintura e fotografia em que se vê seres inanimados, como frutas, flores, livros, taças de vidro, garrafas, jarras de metal, porcelanas, dentre outros objetos.
"O termo natureza-morta se refere à arte de pintar, desenhar e fotografar composições deste gênero. Na arte contemporânea é frequente utilizar ainda outros suportes como a escultura, instalação ou vídeo-arte destas representações de objetos inanimados, como referências à história da arte.
Esse gênero de representação surgiu da Grécia Antiga, e também se fez presente em afrescos encontrados nas ruínas de Pompeia. Foi depois condenada por teólogos católicos durante a Idade Média. A denominação Natureza morta, conforme o alemão Norbert Schneider, surgiu na Holanda no século XVII, nos inventários de obras de arte. A expressão competiu durante algum tempo com natureza imóvel e com representação de objetos imóveis no século XVIII." 


A Natureza-Morta na História da Arte

"Objetos inanimados são representados na pintura desde a Idade Média, em geral como fundo de pinturas religiosas de cunho realista. Mas é somente em meados do século XVI que a natureza-morta emerge como gênero artístico independente em obras de pintores como Pieter Aertsen (1507 ou 1508 - 1575) e Jacopo Bassano (ca.1510 - 1592), que articulam os temas religiosos à vida cotidiana e às cenas de gênero. As composições simbólicas e grotescas de Giuseppe Arcimboldo (ca.1527 - 1593) - com frutas, animais e objetos compondo figuras - alimentam o desenvolvimento da natureza-morta no período. Na passagem para o século XVII, a figuração documental exigida pelas ciências naturais joga papel destacado na valorização de uma arte que almeja representar os objetos e a natureza tais como empiricamente observados - por exemplo, Jacopo Ligozzi (1547 - 1627). Assim, o processo de paulatina autonomia da natureza-morta acompanha tanto a pintura naturalista (associada à ilustração científica) quanto a pintura de gênero, exemplarmente representada pelos artistas holandeses do século XVII e seus temas domésticos, figurados com riqueza de detalhes. Os objetos freqüentemente escolhidos para compor as naturezas-mortas são: mesas com comidas e bebidas, louças, flores, frutas, instrumentos musicais, livros, ferramentas, cachimbo, tabaco etc, todos referidos ao âmbito privado e à esfera doméstica, às vocações e aos hobbies, à decoração e ao convívio no interior da casa.

A desvalorização desse gênero pictórico reflete-se na sua própria denominação nas línguas latinas, "natureza-morta", "nature morte", e nas línguas saxônicas ,"still life", "stilleben" (vida imóvel, vida em suspensão). Caravaggio (1571 - 1610) é um dos pioneiros no gênero, exercitado entre 1592 e 1599 (detalhe de Baco, 1593, Cesto de Frutas, 1596). A opção pela "pintura natural das coisas naturais" (destacando a presença do corpo e a realidade pormenorizada do objeto reveladas pelos contrastes de luz e sombra), a escolha de tipos populares para compor cenários religiosos e o gosto por cenas de gênero marcam as obras do pintor milanês, um dos primeiros a desafiar a hierarquia imposta pelos teóricos da época, que viam a natureza-morta como tema menor. "Custa-me tanto trabalho fazer um bom quadro de flores, quanto um quadro de figuras", afirma ele. Na Espanha, Juan Sánchez Cotán (1560 - 1627) renova o gênero, valendo-se da abertura de janelas para emoldurar os objetos (Natureza-Morta com Marmelo, Couve, Melão e Pepino, 1600). No sul do país, o tema é adotado por Francisco de Zubarán (1598 - 1664), que desenvolve uma obra religiosa naturalista, produzindo paralelamente uma série de naturezas-mortas e cenas de gênero. Em Madri, Juan van der Hamen y León (1596 - 1631) confere novos contornos a esse tipo de pintura, dispondo os objetos em diferentes níveis e reduzindo o número de elementos da cena (Natureza-Morta com Frutas e Objetos de Cristal, 1626)."




O Pintor Caravaggio foi um dos pioneiros do estilo de pintura de "Natureza-Morta":

"Cesta de Frutas" - Caravaggio
Pintor barroco italiano (1571-1610)

"Still Life com Frutas" - Caravaggio
Pintor italiano (1571-1610)
Caravaggio
Pintor italiano (1571-1610)
"Still Life Com Flores e Frutas" - Caravaggio
Pintor italiano (1571-1610)
Caravaggio
Pintor italiano (1571-1610)



A pintura abaixo parece moderna?


Juan Sánchez Cotán
"Marmelo, Repolho, Melão e Pepino" - Juan Sánchez Cótan
Pintor espanhol (1561-1627)


As pinturas acima e abaixo parecem modernas mas são bem antigas. São do período Barroco, dos anos 1600s.

File:Still Life with Game Fowl,Vegetables and Fruits, Prado, Museum,Madrid,1602,HernaniCollection.jpg
Juan Sánchez Cótan
Pintor espanhol (1561-1627)


Artistas Brasileiros



Rodolfo Amoedo
Rodolfo Amoedo
Pintor brasileiro (1857-1941)

Benedito Calixto
Benedito Calixto
Pintor e professor brasileiro (1853-1927)

Benedito Calixto
Pintor e professor brasileiro (1853-1927)

Pedro Alexandrino Borges
Pintor brasileiro (1856-1942)

Pedro Alexandrino Borges
Pintor brasileiro (1856-1942)

Estevão Silva
Ficheiro:Estêvão Silva - Natureza-morta, 1891.jpg
Estevão Silva
Pintor brasileiro (1844-1891)

Estevão Silva
Pintor brasileiro (1844-1891)

Estevão Silva
Pintor brasileiro (1844-1891)


Di Cavalcanti
Di Cavalcanti
Pintor brasileiro (1897-1976)

Di Cavalcanti
Pintor brasileiro (1897-1976)


Aldemir Martins
Aldemir Martins
Pintor brasileiro (1922-2006)

Aldemir Martins
Pintor brasileiro (1922-2006)

Aldemir Martins
Pintor brasileiro (1922-2006)

Aldemir Martins
Pintor brasileiro (1922-2006)

Aldemir Martins
Pintor brasileiro (1922-2006)


Portinari

Portinari
Pintor brasileiro (1903-1963)

"Natureza Morta" (1930) - Portinari
Pintor brasileiro (1903-1963)


Manabu Mabe
Manabu Mabe
Pintor nipo-brasileiro (1924-1997)

Manabu Mabe
Pintor nipo-brasileiro (1924-1997)



Vídeo: "Jimmy Brown e os Vegetais"
Curta de animação - Agência Genius
Cliente: Big Lar (2009)






"Ser vegetariano é viver uma vida de paz, saúde e longevidade."
(Sócrates, filósofo grego)



"Feliz seria a terra se todos os seres estivessem unidos pelos laços da benevolência e só se alimentassem de alimentos puros, sem derrame de sangue. Os dourados grãos que nascem para todos dariam para alimentar e dar fartura ao mundo."
(Buda)


"Quando me tornei vegetariano, poupei dois seres,
o outro e eu."
(Prof° Hermógenes)



Nenhum comentário:

Postar um comentário