Translate

18 de novembro de 2019

ARTE FRANCESA - CLAUDE MONET NA RIVIERA FRANCESA - IMPRESSIONISMO






ARTE FRANCESA

CLAUDE MONET


PARTE II


Monet na Riviera Francesa

"Efeito ao Meio Dia" (Antibes) - Claude Monet
Pintor impressionista francês (1840-1926)

"Antibes" - Claude Monet



Vídeo-Música: "Arabesco N.1" - Claude Debussy
Compositor impressionista francês (1862-1918)
Pinturas Claude Monet




Resultado de imagem para monet na cote d'azur
"Perto de Monte Carlo" - Claude Monet


Claude Monet Painting - The Road To Monte Carlo by Monet
"Estrada para Monte Carlo" - Claude Monet


Imagem relacionada
"A Estrada Vermelha Perto de Menton" - Claude Monet


Antibes Seen from the Salis Gardens 1888
"Antibes Vista do Jardin de Salis" - Claude Monet


Imagem relacionada
"O Forte em Antibes" - Claude Monet


Resultado de imagem para Pines Cap D'Antibes monet
"Cap d´Antibes - Mistral" - Claude Monet

Resultado de imagem para monet The Gulf Juan at Antibes
"O Golfo Juan em Antibes" - Claude Monet


Resultado de imagem para Pines Cap D'Antibes monet
"Pinheiros em Cap d´Antibes" - Claude Monet


Monet na Riviera Francesa

"Em dezembro de 1883, Claude Monet, juntamente com seu amigo Auguste Renoir, fez uma curta viagem à Ligúria e ao sul da França. Gostava tanto da paisagem e da luz de dezembro que, em janeiro, voltou à Liguria para encontrar uma nova inspiração pictórica. A natureza em torno de Bordighera era para Monet (e muitos outros artistas) muito atraente e apreciada pela sua vegetação florescente, com a típica paisagem campestre da costa às colinas e muitas luxuosas vilas e hotéis com belos jardins construídos para a nobreza europeia."

"Uma das vilas é a Villa Etelinda, cuja pequena torre e jardim repleto de palmeiras, agaves e oliveiras aparecem em muitas das pinturas de Monet, com a estrada romana e os Alpes da Ligúria ao fundo. Graças a uma pessoa que ele conhecia em Marselha, Monet recebeu permissão para visitar e estudar a vegetação florida do jardim de Villa Schiva, onde encontrou o Pinus canariensis mais alto da Europa (35 m de altura), uma imensa palmeira (Jubea spectabilis) e uma bom ginkgo biloba. As casas da torre alta, as muralhas da cidade e a torre sineira Bordigheta da cidade alta, também aparecem em muitas de suas pinturas, cercadas por oliveiras, pinheiros e palmeiras, vistas do ponto da torre de Mostaccini.

Como Monet escreveu, é possível sentir o esforço do artista em transferir a luz e as cores para suas pinturas. O vale de Sasso foi muito inspirador para algumas das pinturas de Monet. Outro tema era a antiga torre entre as palmeiras do outro lado.

Em 1888, Monet visitou Antibes, no sul da França, e em 1908 realizou uma de suas últimas grandes excursões ao Mediterrâneo. Ele retratou o panorama em diferentes momentos do dia: a baía, a casa de um jardineiro, um forte antigo e quatro vistas da cidade do mesmo ponto de vista, um local chamado La Salis. Os elementos destas obras simples são um grupo de pinheiros ao longo da costa, a cidade de Antibes ao longe e o fundo dos Alpes Marítimos.

Monet frequentemente representava as horas do dia em que a luz dava seus efeitos mais dramáticos: nascer do sol, meio-dia e pôr-do-sol, como nas vistas de Cap Martin, perto de Menton (1884). O estilo pictórico de Monet é a quintessência do impressionismo, com contrastes entre a luz intensa do sol do sul brilhando na costa e as profundas e calmas águas azuis do Mediterrâneo. Ao pintar os olivais e as árvores, ele se concentra nos efeitos do claro-escuro da luz e da sombra e, à medida que a luz das árvores muda, a temperatura e a atmosfera de toda a cena mudam.
Estes efeitos e as cores que eles criam são a chave não só para esta série, mas para toda a obra de Monet."




Nenhum comentário:

Postar um comentário